Ano: 2015

Hotel Omali Lodge conquista certificado internacional de turismo responsável

O OMALI Lodge Boutique Hotel, na ilha de São Tomé e Príncipe, é o segundo hotel do continente africano a obter a certificação “Biosphere Responsible Tourism”, atribuída pelo Instituto de Turismo Responsável (ITR), entidade internacional independente, membro do Conselho Global para o Turismo Sustentável (GSTC) e da Organização Mundial de Turismo (UNWTO).

Os trabalhos de preparação para esta certificação duraram cerca de um ano e meio, período em que foram realizados investimentos financeiros e de formação profissional, no âmbito do turismo responsável e sustentável, que envolveram colaboradores, fornecedores e clientes do Omali Lodge Boutique Hotel.

Ao longo deste processo foram consideradas todas as vertentes da gestão ambiental, desde o modo de utilização da água, da energia e dos resíduos, à conservação e promoção da natureza, do património, da arquitectura e da cultura local. O Omali Lodge Boutique Hotel agradece a todos os que directa e indirectamente contribuíram para a atribuição desta certificação e compromete-se a assumir o papel de actor local, na promoção do desenvolvimento sustentável e responsável do hotel e da Ilha de São Tomé.

À certificação do Bom Bom Island Resort na ilha do Príncipe, que foi o primeiro hotel em África a obter a certificação “Biosphere Responsible Tourism”, junta-se agora o Omali Lodge Boutique Hotel em São Tomé, por uma entidade independente, contribuindo desta forma, para a imagem de excelência e responsabilidade turística dos hotéis administrados pela HBD e do destino de São Tomé e Príncipe.

Pode ter acesso a mais pormenores no link seguinte – Omali Lodge Boutique Hotel recebe certificação da Biosphere

Aritgo Publicado no Tela non




Grupo sul-africano vai construir um hotel de cinco estrelas na ilha do Príncipe

A ilha do Príncipe vai servir de cenário para a construção de um hotel de cinco estrelas, resultando de um investimento de mais de 12 milhões de dólares por parte do grupo sul-africano HBD, num projeto que envolve também a portuguesa Mota-Engil.

Segundo o ministro da Economia são-tomense, Agostinho Fernandes, a conclusão da obra está prevista para 2016 e o local escolhido para acolher este complexo de luxo foi a praia Sundy, uma zona turística da região autónoma do Príncipe.

A HBD tem investido não só em infraestruturas hoteleiras e turísticas, mas também em obras de reabilitação e modernização do único aeroporto existente nesta ilha são-tomense. Além disso, o grupo sul-africano também tem apostado no financiamento do setor agrícola, bem como na formação de quadros.

Fonte: http://www.abola.pt/africa/ver.aspx?id=539867

Imgem: Eu Sou Príncipe

 




São Tomé e Príncipe também estará presente na Expo Milano 2015 Data de Publicação

São Tomé e Príncipe também estará presente na expo no cluster cacau sob o tema cacau, biodiversidade com cultura feliz. Mais de 140 países em um só lugar numa só caminhada! Compre bilhetes antes de Abril e salve até 20%

Expo Milano 2015 foi escolhido o tema “Alimentando o Planeta, Energia para a Vida”, que classifica como o momento de diálogo entre os líderes da comunidade internacional sobre os principais desafios que a humanidade enfrenta. O objetivo não é dar respostas claras, mas levantar questões e fornecer os visitantes com ferramentas úteis para encontrar as suas próprias respostas pessoais.

O debate envolve visitantes e participantes e é construído dia após dia através de eventos, exposições, conferências e reuniões que realizam as principais questões que Expo 2015 quer aprofundar. O desenvolvimento do site Expo, os conteúdos das áreas temáticas, o Cluster e os Participantes, arquiteturas: all in Expo Milano 2015 é uma representação do tema Alimentando o Planeta, Energia para a Vida. Um verdadeiro desafio que envolve todas as partes interessadas que se perguntam sobre as conseqüências de suas ações para as gerações futuras.

Saiba mais aqui http://www.expo2015.org/it/index.html

Imgem: Expo Milano 2015




Angolanos e Portugueses são os turistas que mais visitam São Tomé e Príncipe

São Tomé – Angolanos e Portugueses ocupam os primeiros lugares das entradas turísticas em São Tomé e Príncipe, em 2014, segundo o balanço anual da Direção de Turismo e Hotelaria do arquipélago.

A segurança, a tranquilidade, a gastronomia e a curiosidade de descobrir um país são os principais atrativos que estão na base do aumento do número de turistas angolanos e portugueses que visitaram, em 2014, as ilhas do meio do mundo situadas no Golfo da Guiné.

Os portugueses ocupam o primeiro lugar na lista com 55 porcento, e os angolanos o segundo.

De acordo com a responsável do Balcão de Inoformação Turística, Yossene Fonseca, a presença regular do país nos últimos dois anos na Bolsa de Turismo em Portugal concorreu para esta expansão.

A angolana Josina Coelho, diretora comercial de uma empresa de viagens, disse que o número de turistas poderá aumentar em 2015, tendo em conta as ações de promoção junto de algumas empresas petrolíferas angolanas. Panapress

Artigo Publicado no Portugal Digital

Imgem: STP Digital