06

Set
2017

São Tomé e Príncipe: Dicas ao ritmo Leve-Leve

Situado no Golfo da Guiné, São Tomé e Príncipe é o segundo país mais pequeno de África.

Seguro, muito tranquilo, com pessoas para lá de simpáticas e com praias vazias, saídas de um sonho tropical só para nós! Não faltam as palmeiras nem os coqueiros, para fazerem jus ao nome de paraíso, sem ponta de eufemismo.

Praia Inhame

Foi colónia portuguesa, descoberta em 1470 por João de Santarém e Pedro Escobar.

Também nós quisemos descobrir STP e colonizar o nosso coração com lembranças e sorrisos! E foi por isso que estivemos por lá 4 semanas!!

Foi uma viagem diferente, com uma forte vertente social partilhada pelos três e que deixarei para outro post!!

 

Este tempo em STP fez-me perceber que não é um destino para todos!

Aconselho vivamente a quem tenha espírito aberto, que goste de sentir o calor humano, dar sorrisos em troca de sorrisos. A quem não tenha medo de dar boleia a desconhecidos e de experimentar novos sabores.

Aconselho a quem fuja dos resorts all inclusive, e dê primasia às vivências culturais.

Aconselho a quem goste de alugar um carro, partir para praias desconhecidas, subir montes e vales em busca de sítios idílicos.

Aconselho a quem goste de abraçar, a quem goste de crianças a pular, a correr e a cantar.

Aconselho a quem não se importe de trocar uma estrela michelin por um peixe acabadinho de pescar, grelhado na chapa do quintal, à noite mascarado de restaurante.

Aconselho a quem não se importe de partilhar as ruas, com porcos, galinhas ou cabras.

Aconselho a quem seja apaixonado pelo verde e pelo azul. Pelos coqueiros a cair sobre a areia dourada e pela água de côco.

Aconselho a quem não se importe com a poeira da estrada a tapar o carro, nem de sujar os pés na lama.

E se achar que não se enquadra nos perfis mencionados, não desespere já!

Leia o resto do post, entusiasme-se e entre no espírito leve-leve 🙂

Praia Moça

Como chegar:

Há 2 companhias a voar para São Tomé e Príncipe: a TAP e a STP Airways. A TAP faz uma paragem técnica no Gana que dura cerca de uma hora, a STP Airways faz voo directo (cerca de 6 horas).
O preço dos bilhetes da TAP baixou nos últimos meses e, actualmente, com alguma antecedência conseguem-se bilhetes a cerca de 500Eur.

Se quiser voar entre São Tomé e o Príncipe, existem voos quase todos os dias, operados pela STP Airways. Os bilhetes rondam os 150/200Eur e a viagem dura cerca de 30 minutos num pequenino avião de 30 lugares. Há também a possibilidade de ir de barco, mas a viagem é longa e menos confortável!

 

Quando visitar:

Com um clima fantástico e equatorial, qualquer altura é boa para visitar STP.

Até pode chover (apanhámos muita chuvinha por lá), mas com o calor habitual de cerca de 30 graus, vai saber muito, muito bem! Vá por mim!

Com um clima tropicalmente húmido, é provável que apanhe chuva entre setembro e abril/maio. A estação seca, conhecida como gravana ocorre nos nossos meses de verão.

 

Vacinas:

Não há vacinas obrigatórias para viajar para STP. Ainda assim, optámos por fazer as que nos recomendaram na Consulta do Viajante: Febre Amarela, Febre Tifóide e Hepatite A.

A malária está erradicada no Príncipe mas em São Tomé ainda não, pelo que optámos também por fazer a profilaxia.

A Consulta do Viajante e a Vacinação Internacional podem fazer-se no Instituto de Higiene e Medicina Tropical (por 50Eur) ou em alguns Centros de Saúde e Hospitais de norte a sul pagando a taxa moderadora. Consulte aqui os locais de Lisboa e Vale do Tejo. Para consultar outros, deverá verificar as respectivas páginas das Administrações Regionais de Saúde.

Como viajámos com uma criança, fizemos no Hospital Dona Estefânia.

 

Vistos:

Necessário apenas para viagens superiores a 15 dias. Custa 20Eur e trata-se na Embaixada de São Tomé, em Lisboa.

 

Comida:

Que bem que se come em STP!!!

Peixe, peixe, peixe e fruta, fruta, fruta.

Tudo o que o mar tem e a terra dá, há em abundância nesta ilha fértil.

Corvina, atum, barriga de peixe andala, choco, peixe voador, polvo, peixe azeite. Tudo fresquinho e barato! Acompanha com banana frita, mata-bala e fruta-pão. Uma maravilha!!

A carne é rara e, confesso, não tive saudades!

Quanto à fruta, prove jaca, cajamanga, mangostão (a-do-rei!), mamão, toranja, banana-maçã.

Em breve farei um post com as melhores sugestões de restaurantes em São Tomé!

 

Moeda:

A moeda oficial é a dobra. 1 Euro equivale a 24500/25000 dobras.

É fácil sentirmo-nos milionários em STP 🙂

Uma informação muito importante: Não há forma de levantar dinheiro!! A solução passa por levar euros (que pode usar em alguns locais) e cambiar nos hotéis, nos bancos, ou na rua, no centro da capital.

 

O que não pode perder:

As roças: são muitas, muitas mesmo. Com uma arquitectura única e restos de uma História não tão longínqua como aparentam. Muitas estão degradadas e são hoje habitadas pelas famílias dos antigos trabalhadores. Todas têm um passado para contar e cada uma é mais especial que a outra. As minhas favoritas: Agostinho Neto, Água-Izé, Boa Entrada, Monte Café e Saudade.

 

As praias: as do Sul são mais bonitas que as do norte. A não perder no norte: Lagoa Azul, Praia Moça. No Sul: Micondó, Inhame, Piscina, Jalé.
Se optar por ir ao Ilhéu das Rolas (onde se encontra o marco do Equador), não perca a idílica Praia Café. O barco pode apanhar-se em Porto Alegre ou Ponta Baleia e custará cerca de 10Eur por pessoa. A viagem dura 20 minutos.
No Príncipe, TODAS as praias são maravilhosas. Lindas, paradisíacas e vazias. Praia Banana, Praia Boi, Praia Burra.

 

As pessoas: sem margem alguma para dúvidas, são o povo mais simpático que já conheci. Humildes, sorridentes, educados e sempre dispostos a ajudar. Aproveite estes predicados para falar com os locais, conhecer-lhes os passados, os sonhos, as crenças e as mágoas. Apresente-se, conviva, dê de si e receba tudo o que lhe darão. Nós fizemos isso, e trouxemos no coração um leque de episódios bons para guardar. Brinque com as crianças, tire fotos (adoram ver-se nas fotografias), peça-lhes para cantarem as suas músicas preferidas. São amorosas e vão adorar!

 

As paisagens: Pode entrar no carro e partir sem destino! Garanto-lhe que pelo caminho vai parar mais de uma mão cheia de vezes para fotografar as inesquecíveis paisagens santomenses. O túnel de Santa Catarina, o Pico do Cão Grande, a Boca do Inferno, a Lagoa Azul. Vai apaixonar-se a cada pedaço de azul e enamorar-se a cada pedaço de verde. Chegámos a parar o carro junto à Boca do Inferno apenas para deixar que aquela imagem de postal tomasse conta de nós e se tornasse espólio desta viagem tão especial.
Túnel de Santa Catarina

Conselhos:

Leve um bom repelente (mas, deixo o aviso, as melgas e os mosquitos vão atacar à mesma!! aqui por casa, voltámos os três com muiiitass marcas!), que deve aplicar sobretudo a partir da altura do pôr-do-sol e ao amanhecer.

Leve uma boa farmácia (consulte este post para saber tudo o que não deve faltar na mala ou aconselhe-se na consulta do viajante) uma vez que o serviço de saúde público tem poucos meios e o privado, praticamente não existe. As farmácias podem não ter todos os medicamentos. E não se esqueça: deixe a hipocondria em Portugal! Caso contrário, vai achar que a melga mais inofensiva pode ser a Anopheles (mosquito fémea que transmite a malária) e não vai desfrutar tanto quanto STP merece!

Beba apenas água engarrafada e cuidado com as saladas.

Leve as malas com roupa que possa usar e depois deixar lá, ou bens que queira doar a instituições. Aproveite no regresso e encha-as de capulanas e fruta!

Viajar com Crianças para STP:

Descomplicar é sempre o melhor conselho que posso dar a quem viaja com crianças.
Para África é só exponenciar essa descomplicação!!! 🙂
É maravilhoso dar a uma criança a possibilidade de ser criança, fora de zonas protegidas e acépticas. Deixá-lo correr na lama, na floresta, na areia. Molhar-se na chuva quente.
Fazer uma roda com desconhecidos, transformados em amigos ao primeiro olhar.
Ser livre com tudo o que cabe na liberdade.
Em STP há muitas, muitas crianças, mas infelizmente não há muitos turistas a levar filhos. Por isso, eramos sempre recebidos de uma forma muito especial pelos miúdos que nos “roubavam” o Lourenço para brincar, tocar, dar a mão, mexer no cabelo.
Ali, ele era deles. E a linguagem universal das crianças tornava tudo maravilhosamente simples.
Foi delicioso ver cada sorriso que ele devolveu àqueles meninos, cada abraço que lhes deu e cada olhar que trocou.
O passaporte veio carimbado, mas tenho a certeza absoluta que o coração veio mais. ❤
Carnaval em Ribeira Afonso

5 sentidos:

STP é um destino que apela, e muito, ao uso dos 5 sentidos.
Tire o maior partido de cada um deles:
Vendo com os seus próprios olhos uma África pura, que é muito mais do que os catálogos das agências de viagens mostram;
Ouvindo estórias contadas por quem viveu antes da descolonização e guarda as saudades embrulhadas em lágrimas;
Cheirando o cacau, a jaca, o café, o peixe fresco, o safu.
Falando com toda a gente. Vai gostar da espontaniedade e abertura dos locais.
Tocando nas flores, nas frutas, nas pessoas. Sentindo os rostos quentes das crianças e as mãos gastas dos mais velhos.
Felicidade na Roça Monte Café

 

E não se esqueçam…o espírito por lá, quer-se leve-leve!
Uma experiência halfway2happiness

Deixe o seu comentário aqui!

comentarios

Administrator

Serviços Turísticos de São Tomé e Príncipe é uma plataforma online lider de informação turística que disponibiliza vários pacotes turísticos, preços de voos, hotéis, pontos de interesse turísticos com visitas guiadas, rent a car e restauração, permite aos turistas uma simulação de um pacote turístico, possibilitando a comparação de preços, em suma, um instrumento facilitador e de grande auxílio para todos aqueles que desejam conhecer São Tomé e Príncipe.

Leave your comment

Please enter comment.
Please enter your name.
Please enter your email address.
Please enter a valid email address.